Problema é comum nas grandes cidades; descubra como proceder assim que o seu celular for roubado para garantir a privacidade das suas informações

Ninguém gosta de problemas, mas essa é uma situação que infelizmente quase todos os brasileiros estão sujeitos: ter o seu celular roubado. Aparelhos caros, que custam muitas vezes mais do que R$ 3 mil, fazem com que muitos bandidos fiquem de olho nesses dispositivos. Some a isso o fato de que a violência nas grandes cidades é cada vez maior e você tem um cenário propício para que furtos, roubos e assaltos aconteçam.

Existem diversas formas de se prevenir e evitar dores de cabeça como essa, desde alguns cuidados que você deve tomar ao andar na rua até a possibilidade de você fazer um seguro para o seu celular. Porém, caso ainda assim algo de errado aconteça, saiba o que você deve fazer em uma emergência como essa.

Faça o boletim de ocorrência do celular roubado

A primeira coisa a se fazer, como em qualquer roubo, é procurar uma delegacia para fazer um boletim de ocorrência. Muitas pessoas deixam de lado esse passo, achando que o celular tem pouco valor ou que não vale a pena o trabalho. Entretanto, ele é fundamental para que a polícia consiga mapear e identificar quais são os lugares da cidade em que acontecem mais crimes.

Além disso, se você possui um seguro para celular, vai precisar comprovar junto à seguradora que o seu aparelho foi roubado, e o boletim de ocorrência é um dos documentos que será necessário apresentar. Com sorte, a polícia poderá recuperar seu smartphone, mas sabemos que essa não é a regra em geral, já que é muito difícil reaver itens tão pequenos como esse.

Modifique suas senhas 

Salvar senhas das redes sociais

Troque suas senhas das redes sociais e de outros aplicativos o quanto antes.

Assim que você tiver acesso a um computador com internet ou mesmo a um outro celular, inicie a troca imediata de senhas de todos os seus aplicativos e serviços essenciais. Redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram e Snapchat, mensageiros como WhatsApp e Telegram e suas contas de email, como do Gmail ou Outlook precisam de uma nova senha de imediato.

Para os demais aplicativos, procure dar prioridade àqueles que pedem cadastro de informações sensíveis, como senhas de contas de email e cartões de crédito. Faça uma lista de todos os serviços que você já alterou e, assim que lembrar de mais algum, troque as senhas imediatamente.

Cuidado redobrado com os aplicativos de banco

Aplicativos de banco para celular

Procure o quanto antes a agência do seu banco para proteger seus dados bancários.

Eles são os mais sensíveis e podem ser utilizados por pessoas mal-intencionadas para fazer compras no seu nome. Por isso, antes de tudo, entre em contato com o seu banco e solicite o imediato bloqueio do aparelho em questão e, também, das transações eletrônicas da sua conta bancária feitas via internet.

É recomendável que depois você procure a sua agência bancária para cadastrar uma nova senha e também reativar os serviços. Importante: leve o boletim de ocorrência até o banco para indicar quando o roubo aconteceu. Assim, caso apareça uma compra posterior suspeita em seu nome, você tem documentos para comprovar que ela não foi feita por você.

Busque seu celular com aplicativos específicos

Se por um acaso você tinha ativado em seu celular algum serviço que permite rastrear o celular roubado, essa informação pode ser útil para repassar à polícia. Nunca, em hipótese alguma, banque o aventureiro e tente ir atrás dos bandidos sozinho ou em grupo para recuperar o celular. Você não sabe com quem está lidando e não vale a pena colocar a sua vida em risco dessa forma.

Por meio de alguns aplicativos, desde que eles estejam previamente instalados, é possível ainda bloquear algumas funções e serviços do seu celular. Isso não vai ajudar você a recuperar o aparelho, mas certamente vai fazer com que você se sinta um pouco mais seguro ao saber que certos itens não poderão ser modificados.

Avise sua operadora

De posse do seu celular, os bandidos podem utilizá-lo para fazer ligações nacionais e internacionais e esses custos serão debitados na sua conta telefônica. Por isso, entre em contato imediatamente com a sua operadora para comunicar o roubo e bloquear temporariamente o número do seu chip.

Assim, você evita surpresas desagradáveis. No dia seguinte, procure uma loja da sua operadora para adquirir um novo chip de dados. Você poderá manter o mesmo número de telefone, mas é importante que você faça pessoalmente o desbloqueio para garantir a autenticidade de eventuais cobranças que podem surgir posteriormente.

Avise os amigos

Avisar os amigos nas redes sociais

Avisar os amigos que você foi roubado é fundamental, pois caso os bandidos mandem mensagem, eles já estão sabendo.

Por meio das redes sociais, avise as pessoas mais próximas a você que o seu celular foi roubado. Isso é importante para que elas não acabem respondendo mensagens aos bandidos achando que estão falando com você. É importante deixar todos alertas também para que as pessoas saibam que você não sumiu de repente.

Entre em contato com a sua seguradora

Depois de resolver todos esses itens, é hora de entrar em contato com a empresa seguradora do seu smartphone. Você vai precisar preencher um formulário explicando o que aconteceu e também terá que que entregar cópias de alguns documentos que comprovem o incidente. Não fique ansioso nessa hora, pois há algumas checagens que precisam ser feitas e prazos a serem cumpridos.

Feito isso, de acordo com a sua apólice, a seguradora vai iniciar os procedimentos para que você possa reaver o dinheiro para comprar um novo aparelho ou, ainda, para que você possa ter um aparelho de igual valor novamente o mais rápido possível. Um seguro para celular é a garantia de que, após o roubo, você não terá mais dores de cabeça.

Quer receber todas as nossas novidades? Cadastre-se em nossa newsletter e aproveite o universo da tecnologia!