4020-1771

(capitais e regiões metropolitanas*) Ligue e contrate seu seguro

Seguros, Smartphones

Agora já foi… Confira os 8 celulares que não serão mais atualizados em 2018!

Modelos mais antigos não devem receber atualizações de SO e, alguns deles, perderão até mesmo aplicativos consagrados

Todo mundo quando compra um celular espera que ele seja para sempre, mas quando se trata do mundo da tecnologia, o para sempre em alguma hora chega ao fim.

Muito se fala sobre a obsolescência programada dos produtos, mas o que acontece na prática é que os aparelhos têm ciclos de vida definidos e se torna caro sustentar uma estrutura complexa em torno deles.

Nesse artigo, vamos explicar sobre o fim do suporte de alguns aplicativos para determinados aparelhos em 2018 bem como vamos explicar por que certos modelos deixarão de ser atualizados a partir deste ano.

Isso significa que chegou a hora de você trocar de aparelho? Talvez. Vamos entender melhor o que acontece.

Ciclos de vida definidos

Quando uma empresa lança um smartphone, em geral, a expectativa das companhias é que o consumidor fique com o produto em mãos por no máximo dois anos.

Nesse período de tempo, muitos migram para outros aparelhos, por exemplo, o que faz com que a base de usuários de um determinado produto seja bem menor do que o volume de vendas no final de um ciclo.

Uma empresa que lance um celular em janeiro de 2018, por exemplo, equipando-o com a versão 8.0 do sistema operacional Android. Inclusive, veja 5 maneiras para economizar bateria no android.

Muito provavelmente vai atualizá-lo para o Android 9.0 quando ele sair e há uma chance mais remota de que ele receba também o Android 10.0.

Ou seja, como as atualizações de SO são anuais, falamos de um modelo com mais dois anos de “vida útil”.

Celulares que não serão atualizados em 2018 veja a vida útil do seu celular

Depois desse período, o que fazer?

São vários os motivos que levam as empresas a deixar de atualizar um celular depois de dois anos do seu lançamento.O primeiro dele é a questão do hardware.

Muitas vezes um hardware defasado não consegue executar muito bem, sem travamentos por exemplo, um sistema operacional mais novo e por isso as fabricantes optam por não entregar uma experiência ruim para o consumidor.

Some a isso o fato de que é caro desenvolver uma versão do sistema operacional para cada aparelho já lançado.

Sendo assim, como a base de usuários vai ficando cada vez menor, algumas companhias julgam que não vale a pena o investimento.

As únicas atualizações que permanecem são as atualizações de segurança.

Se apagou suas fotos sem querer, não se preocupe! Veja como recuperar fotos no android.

Modelos que não receberão atualizações em 2018

A maioria das fabricantes já divulgou a lista dos smartphones que não vão receber atualizações em 2018. Nesse caso, falamos da versão 8.0 (Oreo) do sistema operacional Android.

Ela foi disponibilizada oficialmente no último trimestre de 2017, mas muitos modelos só a receberão ao longo de 2018.

No caso da Motorola, os modelos que não vão receber a atualização são os seguintes: Moto E4, Moto E4 Plus, Moto C, Moto C Plus, Moto G4, Moto X Force, Moto X Play e Moto X Style.

Celulares que não serão atualizados em 2018 MOTO E4 PLUS

 

Já no caso da LG, a lista oficial não foi liberada, mas a empresa confirmou quais vão receber atualizações: LG G5, LG G5 SE, LG G6, LG Q6+, LG V20 e LG V30.

 

Podemos supor, portanto, que modelos mais antigos não receberão.

ASUS, Samsung e Sony também não confirmaram quais modelos não receberão a atualização para o Android Oreo de forma oficial, mas já temos algumas pistas.

No caso da empresa taiwanesa, os modelos lançados antes do Zenfone 3 não receberão. No caso da Sony, modelo lançados em 2015 não receberão.

E no caso da Samsung, modelos lançados anteriormente ao Galaxy S7 (abril de 2016) não receberão.

Moto X Style Celulares que não serão atualizados em 2018

Aparelhos ainda mais antigos

O início de 2018 marca também o fim do suporte de alguns aplicativos para determinados smartphones e versões de sistema operacional.

Em um comunicado oficial, o WhatsApp informou que não prestará suporte para os aparelhos que rodam os sistemas operacionais BlackBerry OS, BlackBerry 10, e Windows Phone 8.0 não vão mais suportar o app.

Nesse caso, a empresa informou que o app instalado continuará funcionando normalmente, mas algumas funcionalidades nas conversas poderão deixar de funcionar com o tempo.

Além disso, não haverá novos recursos para esses sistemas e caso você tiver algum problema com o app não será possível baixá-lo novamente.

Em casos como esses, a recomendação é uma só: chegou a hora de você trocar de smartphone.

É importante lembrar que celulares muito antigos podem perder com o passar do tempo até mesmo as suas atualizações de segurança, deixando os consumidores expostos a brechas para invasão no sistema e acesso aos seus dados pessoais.

Ainda vale a pena proteger um aparelho antigo?

Há quem diga que somente os smartphones mais novos – e mais caros – é que merecem um seguro para celular. Essa afirmação não pode ser encarada como verdadeira.

Aparelhos que custam menos também são bastante visados pelos assaltantes, pois por terem um valor de mercado mais baixo são mais fáceis de serem revendidos.

Assim, a recomendação é que você não se esqueça de proteger o seu aparelho, mesmo que ele custe menos do que R$ 1 mil ou tenha sido comprado há mais de um ano.

Trata-se de um patrimônio seu e que certamente fará muita falta se for roubado.

Além disso, a compra de um novo modelo vai representar um custo extra nas suas finanças, algo que o investimento em um seguro é capaz de evitar.

 

1 Comentário

  1. Roseli B Laurenti

    Liguei para fazer a renovação do meu aparelho no ano passado e vocês colocaram que só faziam por dois anos.
    Como oferecem agora mesmo àqueles que custam menos que mil reais?

    Preciso entender qual a lógica.
    Gratidão
    Roseli

comentários

A Assurant Direta Corretora de Seguros Ltda., BemMaisSeguro.com, inscrita no CNPJ/MF sob o Nº 04.613.348/0001-05 é uma empresa especializada na venda de seguros pela internet. A BemMaisSeguro.com atua em estrita observância à legislação securitária estando registrada como corretora de seguros na Superintendência de Seguros Privados - SUSEP nº 10.2018459.0, e cadastrada nas principais seguradoras do país. Em nosso site, você encontrará um ambiente seguro, fácil e intuitivo para comprar o seguro mais adequado e os meios para esclarecer as suas dúvidas.