Analisar com cuidado os itens cobertos pela apólice é fundamental para evitar algum tipo de mal-entendido no futuro

É cada vez maior o número de pessoas que busca em seguro para smartphone a possibilidade de proteger o seu patrimônio. Com aparelhos cada vez mais caros e, muitas vezes, mais frágeis, os modelos precisam de uma espécie de garantia extra que faça com que não seja preciso desembolsar altas quantias em caso de roubo ou acidentes.

Entrando no celular

Entretanto, na hora de contratar um seguro para celular contra roubo, muitas pessoas ainda se apegam apenas ao fator preço como o único indicativo. Sem a devida leitura da apólice, o que acontece é que você pode acabar contratando um seguro cuja proteção é insuficiente.

Sendo assim, vamos falar neste artigo sobre as principais modalidades de seguro para celular, incluindo aquelas contra roubos, contra acidentes e contra queda de líquidos. Vale a pena ficar atento em cada detalhe: muitas vezes, a economia de alguns poucos reais por mês pode significar um prejuízo maior lá na frente.

cobertura seguro celular

Seguro para celular contra roubo

Entre todas as modalidades de seguro para celular, a contra roubo é a mais barata de todas elas. Isso se deve ao fato de que essa é a forma de proteção mais básica e mais procurada pelos usuários, devido ao alto índice de furtos que ocorrem, especialmente nas grandes cidades, de aparelhos como esses.

Assim, é bem provável que o consumidor encontre essa modalidade de seguro por preços mais acessíveis. No entanto, algumas regras são importantes e devem ser levadas em consideração antes da efetivação do seguro. Uma delas, por exemplo, é o registro do número do IMEI do aparelho e o cadastro da nota fiscal do produto no sistema.

Sem esses dois itens, mesmo que o usuário faça um boletim de ocorrência após o roubo do aparelho, na hora de resgatar a apólice ela não será validada, uma vez que faltarão os documentos comprobatórios necessários. Sendo assim, fique atento ao preenchimento completo das informações solicitadas.

O que não está coberto

Há que se ressaltar que na modalidade de seguro para celular contra roubo não estão cobertos furtos simples e perdas. A tipificação de furto simples pode ser observada de acordo com o artigo 155 do Código Penal Brasileiro. Ela consiste na subtração de coisa alheia móvel sem que ocorra ameaça ou arrombamento.

Celular Quebrado

Seguro contra quebra acidental

Outra modalidade de seguro é de proteção contra quebra acidental. Nesse caso, se enquadram as situações em que o celular cai e para de funcionar. Nesse caso, a prioridade da empresa é providenciar o conserto do produto, desde que observadas todas as cláusulas de exclusões e limitações bem como o pagamento do valor de acionamento da franquia.

A ideia aqui é que problemas percebidos e que impeçam o funcionamento do aparelho em sua normalidade, desde que não sejam causados de forma intencional, possam ser rapidamente resolvidos. Na lista incluem-se, portanto, quedas, torções, descargas elétricas ou sobrepeso. Note que isso tudo é diferente de problemas ocasionais não ocasionados por queda.

Seguro contra queda de líquidos

Queda de Liquidos Celular

Não são todos os aparelhos que contam com proteções do tipo IP6X, que os protegem contra água ou poeira. Celular a prova dágua, mesmo esses modelos eventualmente, podem ser vítimas de acidentes com líquidos. Assim, existe a modalidade de seguro que inclui a proteção contra queda de líquidos. O procedimento de acionamento da apólice é o mesmo da versão anterior.

A diferença aqui fica por conta da forma de tipificação do incidente, nesse caso a queda acidental de água sobre o aparelho que, molhado, para de funcionar ou apresenta funcionamento defeituoso em algumas de suas funções. Nesse caso, a prioridade será sempre o conserto do seu aparelho e, se não houver como, o ressarcimento do valor segurado.

Será que vão aceitar?

A falta da leitura clara dos itens presentes na apólice de seguro, bem como a não observância das informações claras sobre qual tipo de seguro está sendo contratado, ainda é um dos problemas mais recorrentes e que acabam frustrando muitos usuários.

Na pressa, a contratação é feita sem a devida atenção – ou observando-se apenas o preço mais baixo – e o resultado é a escolha de uma modalidade que pode não contemplar todas as possibilidades. Sendo assim, é extremamente recomendável que você fique atento a esses detalhes na hora da contratação.

Empresas como a Bem Mais Seguro, por exemplo, disponibilizam chats online e números de telefone para que o contratante possa entrar em contato e tirar todas as suas dúvidas antes da contratação definitiva. A ideia é sempre auxiliar o usuário para que ele esclareça tudo o que precisa e, ainda por cima, contrate o seguro mais adequado para a sua realidade.

Após o Seguro para Celular

Qual é o seu seguro preferido?

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre seguro para celular contra roubo, contra queda de líquidos e contra quebra acidental, com certeza vai ficar mais fácil escolher a opção perfeita para você na hora de contratar ou renovar a sua apólice.

Com qual das três opções você se identifica mais? É melhor contratar um seguro completo, contemplando as três modalidades, ou no seu caso somente o seguro para celular contra roubo já é suficiente? Conte para a gente um pouco da sua experiência e ajude também a esclarecer as dúvidas de outros usuários sobre o tema.

 

Você sabe quais benefícios você terá se obter um ROGUSEprincipalmente no fim do ano?