Saiba o que fazer para evitar que o seu celular quebre ou se perca durante os festejos nos últimos dias de 2017

As festas de fim de ano estão chegando e com elas chegam também muitas oportunidades de você encontrar seus amigos, familiares e socializar.

Esse é também um momento em que muitas pessoas saem do seu “habitat natural”, ou seja, saem da rotina casa-trabalho e vistam lugares novos.

É justamente nessas ocasiões que algum acidente com o seu celular pode acontecer. Seja na beira da piscina, na praia ou fazendo uma trilha, seu smartphone pode ficar mais exposto do que o normal, resultando em algum tipo de avaria.

Existe ainda a possibilidade de furtos e roubos em festas, quando você pode estar animado com as conversas, mas mais desatento.

Para evitar que o ano de 2018 comece de uma forma ruim para você, listamos aqui alguns cuidados que podem ser tomados para minimizar as chances de algum acidente acontecer.

E você já sabe: é melhor prevenir do que remediar a situação, não é mesmo?

tirar foto com os amigos

1 – Cuidado ao ficar próximo da piscina

Um dos primeiros momentos para se ficar atento no final de ano é quando você estiver em um local que tenha piscina.

É comum que muitos queiram descansar ao lado da piscina ou, ainda, queiram dar um mergulho em algum momento. Além disso, sempre têm aqueles engraçadinhos que pregam peças nos amigos, jogando-os dentro da água.

Essas circunstâncias são bastante propícias para que, de uma forma ou de outra, o seu celular acabe indo parar dentro da piscina. Mesmo os aparelhos que contam com algum tipo de certificação requerem cuidados especiais.

Sendo assim, evite se aproximar da água com o celular em mãos e guarde-o dentro de uma capinha protetora impermeável.

2 – Muito cuidado também na praia

As praias estão entre os destinos preferidos dos brasileiros no período de férias. Porém, para os smartphones, elas podem apresentar dois problemas: a areia e a água.

O ideal é que quando você for para a areia da praia o celular fique em casa. Porém, sabemos que a grande maioria das pessoas não vai abrir mão do aparelho nem por um minuto.

Sendo assim, redobre os cuidados. O ideal é colocá-lo dentro de uma capa impermeável, própria para acondicionar o celular.

Assim você evite que por meio das aberturas do aparelho, como a entrada para fone de ouvido ou as saídas de áudios, a areia entre de mansinho e se acumule.

Evite também o contato do produto com a água do mar, que pode ser bastante prejudicial mesmo para os produtos que têm algum tipo de certificação.

3 – Evite os momentos de descuido

No final de ano muitas pessoas bebem além da conta e, quando isso acontece, os reflexos ficam mais lentos e a atenção vai embora.

É comum que nessa época do ano muitos usuários percam o celular ou, ainda, simplesmente os esqueçam em algum lugar. Há duas dicas para tentar minimizar problemas como esses.

A primeira delas, obviamente, é tomar mais cuidado com o seu celular, guardando-o sempre no bolso (de preferência na frente da calça) ou em uma bolsa. Já a segunda dica é colocar uma cordinha nele e prendê-lo no cinto.

Em diversos estabelecimentos comerciais há cases à venda que permitem adicionar uma espécie de alça ao aparelho, evitando que ele se perca com facilidade.

4 – Tenha um seguro para celular

cuidados para tirar fotos

Pode ser que com todos esses cuidados ainda assim, em um momento de distração, você deixe o celular cair no chão ou acabe deixando-o em algum lugar. Nesses casos não haverá muito o que fazer, infelizmente.

Porém, se você tiver um seguro para celular poderá, ao menos, minimizar o seu prejuízo.

Os valores de mensalidades são bastante acessíveis e o principal benefício que você tem é a possibilidade de reaver o seu dinheiro novamente para comprar outro aparelho.

Nesse caso, você terá que fazer um boletim de ocorrência e depois que toda a documentação necessária for checada você receberá o dinheiro para comprar um aparelho de igual valor.

5 – Cuidado com furtos e roubos

Locais com grande aglomeração de pessoas, embora sejam muito festivos, são propícios também para que bandidos possam agir roubando smartphones.

Na maioria das vezes, o furto é cometido de forma tão sutil que as pessoas só se dão conta que foram subtraídas horas depois. Sendo assim, é fundamental que você não facilite a ação de pessoas mal-intencionadas.

O primeiro passo é evitar utilizar o seu smartphone em locais públicos. A Polícia Militar sempre orienta que “aquilo que não é visto, não desperta tentação”.

Assim, se os ladrões não se derem conta de qual modelo de celular você está usando, o mais provável é que eles tentem buscar o de outra vítima que esteja menos descuidada.

O segundo ponto importante a ser observado é não deixar o aparelho em locais de fácil acesso. O bolso de trás da calça, por exemplo, é um dos piores lugares para se guardar o celular.

Prefira deixa-lo dentro de uma bolsa, cuja abertura não seja tão simples, ou dentro de uma pochete, que estará localizada logo à sua frente.

Em caso de algum incidente, busque o mais rápido possível um meio de proteger as suas contas, mudando as senhas de todos os aplicativos que você utiliza no celular.