Como evitar que roubem o seu celular em momentos que você descuida do aparelho

Infelizmente as estatísticas de roubos de celulares no Brasil não param de crescer.

Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Porto Alegre são as campeãs nesse quesito.

Esses números, entretanto, podem ser ainda maiores, pois muitas pessoas que têm o seu celular roubado não registram boletim de ocorrência, o que faz com que as estatísticas sejam distorcidas.

Por conta disso, mais do que esperar e cobrar soluções de segurança dos governantes, é preciso fazer a sua parte e se proteger da melhor maneira possível.

Nesse artigo, listamos algumas dicas para você seguir que certamente vão reduzir as chances de que o seu aparelho vá parar nas mãos dos bandidos.

Atenção é fundamental sempre que você estiver em um local público.

1 – Evite deixar o celular à mostra em público

pessoa com celular

Evite usar seu celular enquanto está em vias públicas.

“Aquilo que não é visto não desperta desejo”, diz um ditado popular. E ele não poderia ser mais verdadeiro no que diz respeito ao roubo de celular.

A  maioria dos casos acontece justamente pelo fato de o usuário estar com o aparelho à mostra em vias públicas, seja durante uma ligação ou para simples conferência de um endereço no mapa.

O fato é que enquanto estamos no celular ficamos desatentos sobre o que acontece à nossa volta e isso facilita a ação dos bandidos.

Portanto, sempre que puder, evite sacar o celular em vias públicas. Se precisar utilizá-lo, entre em uma loja ou em um local mais seguro.

2 – Não use o celular dentro de veículos com a janela aberta

celular no carro

O roubo de celulares no trânsito acontecem o tempo todo. Fique atento!

Uma segunda modalidade de crime é o furto de aparelhos. O furto ocorre quando alguém se apropria de um objeto seu sem o consentimento e sem uso de violência.

Uma situação comum ocorre quando estamos usando o celular no ônibus ou no carro com a janela aberta.

Existem criminosos especializados em passar a mão no seu aparelho nessas circunstâncias.

Se você tem esse hábito, saiba que o melhor conselho é evitar a todo custo fazer isso com a janela aberta.

Você pode ficar sem o seu celular e, nessas circunstâncias, será praticamente impossível recuperar o seu aparelho de volta.

3 – Tenha o “celular do ladrão”

celular do ladrão

Apesar de ser velhinho, seu antigo celular pode ser muito útil.

Uma solução encontrada para driblar os criminosos no Brasil é a de minimizar as perdas com furtos e roubos.

O chamado “celular do ladrão” é aquele aparelho mais velho que você tem em casa e que não está utilizando.

A ideia é carregá-lo junto no seu bolso e, caso você seja abordado por um meliante, entregue imediatamente.

Obviamente isso não resolve o problema, uma vez que você vai acabar sendo roubado de qualquer jeito, mas pelo menos você diminui um pouco o seu prejuízo.

4 – Tenha um seguro para celular

seguro para celular

O seguro para o seu celular é essencial em caso de roubos e furtos.

Infelizmente, mesmo tomando todos os cuidados ainda assim é possível que você venha a ser mais uma vítima do grande número de roubo de celular que assola o Brasil.

Em circunstâncias como essas, você vai ficar muito mais tranquilo caso tenha contratado um seguro para celular. Com um valor baixo de mensalidade já é possível ficar protegido.

Caso seu aparelho seja roubado ou furtado, tudo o que você precisa fazer é ir até a delegacia produzir um boletim de ocorrência e depois acionar a apólice de seguro para recuperar o valor integral do seu aparelho.

5 – Instale um rastreador em seu celular

rastrear celular

Rastreadores estão em alta com o aumento de roubos de celulares nas grandes cidades. Foto : Quertime.

Hoje em dia, tanto os aparelhos com o sistema operacional Android quanto aqueles com o iOS contam com softwares que permitem rastrear o celular por um bom período.

Se o aparelho estiver bloqueado, o tempo que você tem até que os bandidos consigam desbloqueá-lo é maior.

Assim, você pode obter a localização exata de onde está o produto. Entretanto, de forma alguma tente ir atrás dos bandidos sozinho ou mesmo acompanhado dos seus amigos.

O ideal é repassar essas informações para a polícia, que ficará responsável por atender o seu caso.

6 – Cuidado com suas informações pessoais

informações pessoais

Todo cuidado é pouco quando se trata de informações pessoais em seu celular.

Além do prejuízo financeiro que você pode ter com o roubo de celular, outro problema é ainda o acesso às suas informações pessoais.

Por isso, certifique-se de ter uma senha numérica em seu aparelho e, se possível, procure modelos com leitor biométrico, que são mais seguros.

Crie o hábito também de fazer backup das suas informações pelo menos uma vez a cada duas semanas.

Dados confidenciais, como senhas de banco, números de cartão de crédito e mesmo fotos íntimas devem ter uma camada extra de proteção, se possível dentro de pastas com senha, para evitar que qualquer um tenha acesso.

7 – Mulheres: cuidado com as bolsas

celular em bolsa

Seu celular pode estar mais vulnerável em sua bolsa.

As mulheres costumam carregar os celulares na bolsa e os bandidos sabem que ele está lá.

A grande questão é que alguns acessórios são fáceis de serem abertos e, em um momento de descuido, um bandido pode abrir a bolsa e tentar pegar alguma coisa que está lá dentro.

Para proteger o smartphone, deixe-o dentro de um bolso fechado dentro da bolsa. Esse simples gesto reduz sensivelmente as chances de sucesso dos bandidos em tentativas de furto.

Porém, cuide da sua bolsa muito bem e nunca a deixe fora da sua vista, como por exemplo penduradas na cadeira atrás de você.