Conheça quais são os itens que devem ser comprovados na hora de contratar um seguro para smartphone

Contratar um seguro para celular já é uma realidade para um número cada vez maior de brasileiros. As razões para o aumento da procura por essa modalidade de seguro são muitas: celulares cada vez mais caros, produtos mais visados e, felizmente, parcelas mensais mais acessíveis para proteger o seu celular.

Porém, embora o processo de contratação seja extremamente simples, muitas pessoas deixam de lado alguns itens básicos na hora de preencher a sua apólice, o que pode representar um problema na hora de fazer o resgate. Sendo assim, é de suma importância que todos tenham consciência de que é fundamental cumprir todos os requisitos para ter o seguro válido.

Nesse artigo, vamos falar sobre o passo a passo que precisa ser seguido na hora de contratar um seguro para celular e por que é importante que o consumidor esteja atento a todos eles.

Sempre vale lembrar que proteção nunca é demais, portanto mesmo que você tenha um aparelho considerado barato, vale a pena consultar as opções de seguro existentes.

Como contratar um seguro para celular

Basicamente, o processo de contratar um seguro para celular é muito simples. No site do Bem Mais Seguro, por exemplo, tudo o que você precisa fazer é, na página de contratação do seguro, localizar o modelo do seu aparelho.

Escolha a marca correspondente e em seguida o modelo exato do seu celular.

Essa busca vai retornar para você o valor de mercado do aparelho, ou seja, quanto ele vale atualmente de acordo com as pesquisas realizadas pela equipe do Bem Mais Seguro.

Esse é o valor de referência do produto e em caso de necessidade de acionar o seguro é esse valor que você receberá para adquirir um novo celular.

Portanto, tenha em mente que não é o valor que você pagou pelo aparelho ou a quantia constante na nota fiscal que são válidos, mas sim o valor de mercado do produto no momento da contratação de seguro. Numa breve pesquisa, você verá que os valores costumam ser bem condizentes com o que o mercado pratica.

Qual Seguro?

Que tipo de seguro você quer?

Basicamente, há três modalidades de seguro que podem ser contratadas: o seguro contra roubos, o seguro contra quebra acidental e o seguro contra queda de líquidos.

Você pode optar pela opção mais simples – somente contra roubos – ou pela alternativa mais completa, que cobre as três possibilidades listadas.

Essa opção deve ser indicada no momento do preenchimento dos dados do aparelho e no campo correspondente ao valor da mensalidade você verá que os preços se alteram por conta disso.

Escolha a opção mais completa para ficar totalmente protegido ou a opção mais simples para garantir ao menos a proteção contra roubos.

Dados adicionais importantes

Depois de definir a modalidade do seguro, é hora de preencher os seus dados pessoais. Até aí tudo bem, uma vez que esse requisito é obrigatório para seguir adiante na contratação do seguro.

Entretanto, depois de finalizar esse processo, selecionando inclusive as formas de pagamento, é importante ficar atento a alguns detalhes adicionais.

Para que o seguro seja confirmado como válido, o usuário precisa cadastrar o IMEI do aparelho e fazer o upload da nota fiscal ou do recibo de compra no exterior.

Esses documentos precisam estar em nome de usuário ou, se isso não for possível, deve ser anexada uma carta de doação, assinada por quem estiver nominado nas notas fiscais ou no recibo.

Seguro para smartphone é coisa séria

É importante alertar também que o usuário deve enviar os documentos para a base de dados do Bem Mais Seguro em uma data anterior à ocorrência de um eventual sinistro. Ou seja, o seguro precisa estar válido para que o usuário possa requerer o resgate da apólice.

Caso contrário, mesmo com um boletim de ocorrência, não será possível fazer o pedido do reembolso.

É justamente aqui que muitas pessoas acabam enfrentando dificuldades. Muitos se esquecem de cumprir esse procedimento na hora de contratar um seguro para celular, e isso acaba comprometendo toda a proteção do produto.

Dessa forma, mais uma vez é importante salientar o quanto é fundamental cumprir todos os itens do passo a passo.

celular seguro

Está tudo certo? Então seu celular já está protegido

Se você seguiu todos os passos à risca, a equipe do Bem Mais Seguro vai enviar uma mensagem para você confirmando que todos os documentos necessários estão na base de dados da empresa.

Sendo assim, quando algo de errado acontecer, o que você vai precisar fazer é um boletim de ocorrência.

Com ele em mão, basta entrar em contato com a equipe do Bem Mais Seguro via telefone, de segunda a sábado, das 8h às 20h.

A equipe da empresa, nesse momento, vai solicitar o envio de todos os documentos necessários para a comprovação do sinistro e, de acordo com as condições contratuais da apólice que você contratou, tem início o processo de confirmação dos dados e liberação do valor para o resgate.

Ficou na dúvida sobre o seu IMEI?

É muito simples descobrir qual é o número do seu IMEI. Basta usar o app de Telefone e digitar *#06#. Você receberá uma mensagem retornando o número que funciona como uma espécie de RG do seu celular. Anote-o em um papel e guarde-o para eventualidades. Você também pode rastrear o celular pelo IMEI.

 
Você sabe o que é ROGUSE?