0800 728 0835

(capitais e regiões metropolitanas*) Ligue e contrate seu seguro

Seguros, Smartphones

Seguro de celular: São Paulo é o estado com o maior número de bloqueios por roubo. Proteja o seu!

Números divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações apontam que somente em fevereiro foram mais de 45,6 mil pedidos de bloqueio

Os números relacionados aos roubos de smartphones estão atingindo índices alarmantes no Brasil, o que faz com que o seguro de celular se torne cada vez mais essencial.

Dados recentes divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que o estado de São Paulo atingiu a liderança no que diz respeito ao pedido de bloqueio de aparelhos por conta de furtos e roubos.

Somente durante o mês de fevereiro de 2018 foram 45,6 mil novos pedidos de bloqueio de acesso a aparelhos registrados pelas operadoras.

O estado do Rio de Janeiro, com 18,8 mil pedidos, ficou na segunda posição do ranking, seguido por Minas Gerais, com 7,9 mil pedidos.

Não por coincidência, esses estados são os que apresentam a maior base instalada de celulares no Brasil. Com isso, o país já soma 9,5 milhões de IMEIs registrados no Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI).

dicas-de-seguro-de-celular

 

Veja aqui: Os 04 vídeos mais inusitados sobre roubo de celular!

122 mil bloqueios em apenas um mês

Somando-se os números de pedidos de bloqueios em todos os estados, somente no mês de fevereiro foram adicionados mais 122 mil números de telefone à base de aparelhos bloqueados.

O alto índice é praticamente o mesmo que foi registrado em fevereiro de 2017, quando foram 123 mil números registrados.

Porém, pela primeira vez a Anatel divulgou dados subdivididos por estados, o que ajuda a compreender que, de fato, o problema é muito pior em certas regiões.

Informações divulgadas anteriormente pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo já alertavam para o problema: de cada dez roubos registrados no estado, seis têm relação com smartphones.

O índice, infelizmente, só vem aumentando desde 2016. Segundo reportagem do G1, ao longo de 2017 foram bloqueados ao menos 1,5 milhão de celulares.

Visando diminuir o número de ocorrências de furtos e roubos de smartphone e facilitar a recuperação de celulares perdidos ou roubados, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo estuda fazer um cadastro prévio de todos os aparelhos registrados no estado.

A informação foi publicada no final de março, em uma reportagem no jornal O Estado de S.Paulo. Segundo a publicação, a ideia é utilizar um modelo que foi criado no estado de Pernambuco. Contudo, não há previsão com relação a quando a implantação de fato acontecerá.

Se for colocado em funcionamento, o sistema permitiria que os usuários voluntariamente cadastrassem os seus smartphones em um site criado com essa finalidade.

Assim, em caso de roubo, ficaria mais fácil para o consumidor e para a polícia solicitar o bloqueio do aparelho ou até mesmo a devolução em caso de recuperação.

Enquanto isso não ocorre, o mais recomendado é seguir o procedimento básico, disponível para qualquer cidade brasileira. Infelizmente, esse procedimento não aumenta as chances de que você recupere o seu celular, mas pode inibir os roubos em médio prazo.

Confira aqui – Roubos de celular em São Paulo: saiba os locais com maior índice!

Fui roubado, o que devo fazer?

Existem algumas regras básicas que você deve levar em consideração caso venha a ser mais uma vítima do roubo de celulares no Brasil. O primeiro passo é procurar a delegacia mais próxima e fazer um boletim de ocorrência.

Essa medida ajuda a polícia a mapear quais são as áreas onde ocorrem o maior número de roubos, ampliando posteriormente a segurança no local.

Esse procedimento é ainda fundamental caso você tenha um seguro de celular, pois o BO é um dos documentos exigidos para resgatar a apólice.

policial-seguro-de-celular

Em alguns casos, pode até mesmo ser possível recuperar o aparelho caso ele possua um sistema de rastreamento ativo. Todo smartphone possui um número único de identificação, o chamado IMEI. Ele funciona como uma espécie de RG dos celulares, sendo intransferível.

Se por um acaso seu celular for roubado, você deve entrar em contato imediatamente com a sua operadora de telefonia para informar o número do IMEI e solicitar o seu bloqueio.

Em um prazo de 24 horas o código do aparelho entra na base de dados da Anatel como “bloqueado”, o que impedirá o seu uso por pessoas que não tenham acesso a tecnologias de desbloqueio.

Veja mais – Furto de celular: São Paulo planeja realizar cadastro para evitar roubos.

Contratar um seguro para celular: cada vez mais essencial

Os números comprovam que, infelizmente, estamos longe de encontrar a solução para o problema do roubo de smartphones no Brasil. As medidas que vem sendo adotadas pelos governos têm servido apenas como um paliativo, mas não apontam para uma resolução.

É por essa razão que o seguro de celular se torna uma opção cada vez mais essencial para um maior número de pessoas. Os seguros podem se aplicar a qualquer eletrônico, desde os modelos mais baratos até aqueles mais caros.

seguro-para-celular

Contudo, são os aparelhos considerados top de linha que têm recebido maior atenção por parte dos consumidores. Celulares que muitas vezes podem custar mais do R$ 5 mil, por exemplo, são os campeões entre os seguros contratados.

No entanto, a falta de atenção com os modelos mais simples é outro motivo de alerta: muitas vezes, os bandidos até preferem aparelhos como esses, que custem entre R$ 800 e R$ 1,5 mil, pelo simples fato de ser mais fácil revendê-los posteriormente.

Portanto, o nosso conselho é que você busque a contratação de um seguro independentemente do modelo: na hora do furto os ladrões não fazem distinção. Vale muito mais a pena investir em mensalidades acessíveis de um seguro do que arcar com grandes prejuízos depois.

O que achou do nosso artigo? Deixe nos comentários a sua opinião!

2 Comentárioss

  1. Raquel da silva ferreira

    meu celular foi roubado

  2. giulia

    Fui roubada e o seguro foi feito no nome DS outra pessoa. O boletim esta no meu nome. Consigo acionar o seguro mesmo assim ?

comentários

A Assurant Direta Corretora de Seguros Ltda., BemMaisSeguro.com, inscrita no CNPJ/MF sob o Nº 04.613.348/0001-05 é uma empresa especializada na venda de seguros pela internet. A BemMaisSeguro.com atua em estrita observância à legislação securitária estando registrada como corretora de seguros na Superintendência de Seguros Privados - SUSEP nº 10.2018459.0, e cadastrada nas principais seguradoras do país. Em nosso site, você encontrará um ambiente seguro, fácil e intuitivo para comprar o seguro mais adequado e os meios para esclarecer as suas dúvidas.