De uma loja humilde à uma das mais lucrativas e inovadoras companhias do mundo. Conheça a história da Samsung e saiba como a empresa chegou ao mercado mobile

Pode não parecer, mas a Samsung, empresa sul-coreana que atualmente vale US$ 83,2 bilhões, já valeu bem menos. Ainda não era uma das líderes no mercado mundial de celulares, nem era uma marca onipresente em nossas vidas. Sequer comercializava os mesmos itens tecnológicos com os quais estamos acostumados hoje. Que tal conhecer a história da Samsung?!

Antes de ser uma potência eletrônica, a Samsung já vendeu peixes, frutas e vegetais, logo que iniciou em 1938, quando ainda nem fora oficialmente batizada. O nome quer dizer “três estrelas” em coreano e veio quase dez anos depois, quando o senhor Chull Lee, proprietário da loja, decidiu entrar no setor de açúcar, pois era bem mais rentável na região devido aos estragos causados por anos de guerras.

Aproveitando o momento de reestabelecimento do país, a empresa passa a investir em diversos comércios que fossem lucrativos e emprega o próprio povo, que necessitava de trabalho em tempos de recuperação, como mão-de-obra para as manufaturas. Com isso, a empresa abriu sua primeira loja de departamentos e adquiriu uma companhia de seguros, negócio em que atua até hoje, mas de forma singela.

Chull Lee, criador da Samsung

 

Chull Lee, criador da Samsung.

História da Samsung com os eletrônicos

Em 1969, a Samsung Eletronics é fundada, com o objetivo de abrir capital tecnológico no país. A Ásia ainda estava começando a se tornar um polo industrial na área, e a empresa apostou que poderia crescer como suas concorrentes Sony, Sanyo e Toshiba, produzindo televisores, ainda em modelos preto e branco. Nos anos seguintes, a produção começa a ser exportada para todo o mundo, e rapidamente atinge os 4 milhões de unidades, dominando o setor.

Após adquirir uma empresa líder na fabricação de semicondutores e com o incentivo de países como Estados Unidos e Inglaterra, a companhia passou a investir em novas linhas. Nos anos seguintes, foram máquinas de lavar, refrigeradores, videocassetes e micro-ondas, além da grande novidade, a TV a cores.

primeira tv samsung, que era em preto e branco

Primeira TV da Samsung, ainda em preto e branco.

A partir de então, na década de 80, a empresa inicia uma expansão global, e cria lojas subsidiárias em países estratégicos, como em Portugal e na Alemanha. O nome Samsung passou a ser respeitado, graças, principalmente, a produção de painéis de cristal líquido e a CPU mais rápida do mundo, além da concepção de telas de LCD, pois a companhia já contava com uma equipe capacitada de pesquisa e desenvolvimento no campo eletrônico. O reconhecimento permitiu que a empresa fechasse negócios com as gigantes Dell, AOL e Microsoft, além da maior rival, a Apple.

Nos anos 90, a competição aumentou, o que fez com que a sul-coreana corresse para desenvolver seus aparelhos celulares e sistema de telefonia móvel. Na época, a Nokia, principal empresa da área, tinha lançado apenas três celulares.

Aos 55 anos, a empresa recebeu uma nova identidade, com o disco azul atrás do nome, que representa a conexão da Samsung com o mundo todo.

Os celulares Samsung

Ainda em 1985, a marca lançou o que pode ser considerada sua primeira tentativa de um celular. O modelo SC-1000 era imenso se comparado aos modelos de hoje, tinha a tela pequena e antena no canto direito, com o preço ainda muito elevado, voltado para o mundo corporativo.

Anos de melhoria na tecnologia resultaram em mais um celular, parecido com os dos concorrentes, com apenas 100 gramas. Depois, foram os celulares com flip sem as cores vibrantes que estamos acostumados, os celulares embutidos em relógios de pulso, até, finalmente, dispositivos com telas coloridas.

primeiro celular lançado da marca samsung

 

SC-1000, o primeiro celular da história da Samsung.

Aperfeiçoados os modelos, era chegada a hora de trabalhar no software. Em 2003, a Samsung passou a vender celulares com disponibilidade para conexão 3G para o sistema Windows Mobile, o SCH-i600. Para a época, sincronizar os contatos e a possibilidade de receber e enviar e-mails eram uma grande novidade. Depois vieram a tecnologia GSM, que permitia utilizar o dispositivo de qualquer lugar do mundo, as câmeras, que ainda não eram tão eficientes, o corpo que deslizava para abrir, como no famoso LG Chocolate, espessuras cada vez mais finas e teclados completos similares ao BlackBerry. Tudo isso antes de chegar ao essencial touch screen, ou tela sensível ao toque.

É ainda em 2001 que surge o primeiro celular da marca com a tecnologia touch screen, que manteve alguns botões. O I300 ainda era um ancestral dos smartphones, mas já podia ser considerado um deles. Mais alguns anos aprimorando a tecnologia e, em 2008, logo após o surgimento do iPhone, a companhia começou a acertar em seus dispositivos móveis. Finalmente foi lançado o I7500, o primeiro smartphone da marca com sistema operacional Android, o Cupcake, a terceira versão do sistema operacional. Hoje, já são mais de 100 modelos Samsung com a plataforma.

logo atualização android cupcake

 

Logo do Android 1.5, o Cupcake.

Galaxy: o carro-chefe da Samsung

A primeira geração do smartphone, de 2010, ainda rodava o Android 2.1, Eclair, numa tela de 4 polegadas. O Galaxy S era um avanço em comparação com outros dispositivos da época e sua câmera com 5 megapixels atraiu 24 milhões de fãs em todo o mundo. Foi nesse momento que a Samsung percebeu que poderia se sobressair no mercado dos dispositivos móveis.

Nos anos seguintes, a evolução da linha continuou: em 2012, o Galaxy S2, equipado com conectividade 4G, que ainda estava nascendo, e câmera ainda mais potente numa tela de 4.3 polegadas. Com o S3, veio a mudança no design, tornando o dispositivo mais próximo dos que estão disponíveis hoje. A revolução, no entanto, causou uma batalha judicial com a Apple, devido às semelhanças físicas com o iPhone.

smartphone samsung galaxy s2

 

Samsung Galaxy S II.

O sucesso das gerações de smartphones estimularam outros fabricantes a fazer o mesmo, competindo por celulares cada vez mais inteligentes e recursos inéditos no mercado. A próxima versão, o Galaxy S4, chegou às lojas recheado de novidades, com ótimo desempenho e qualidade excepcional, e se tornou referencia em inovação mobile. A versão posterior, no entanto, não foi tão bem recebida: sensores e leitor biométrico não foram capazes de cativar um usuário cada vez mais exigente. Era hora de se reinventar. De novo.

Com uma nova identidade, o Galaxy S6 deu um grande salto. A marca aposentou os smartphones com capacidade de 16 GB e investiu em recursos de ponta, na duração da bateria em numa câmera ainda mais potente. A chegada do anunciado Galaxy S7 está, agora, movimentando o mercado: serão dois modelos, tela curva e recursos nunca antes vistos, que prometem levar a história da Samsung ao próximo patamar.

smartphone galaxy s6 edge da samsung

 

Lançamento da Samsung, o S6 Edge.

Essa marca  tem muita história para contar! E você, conta pra gente qual é a sua história mais inusitada com a Samsung! Aproveite para conhecer o nosso seguro para Samsung e proteja o seu smartphone.